Notebooks top de linha: veja qual é o melhor de 2018 até agora

Nosso foco é em notebooks para trabalho. Ou seja: você vai ver computadores potentes, mas que valorizam também aspectos como design e portabilidade. Assim, elencamos quatro modelos que são ideais para esse público: o Spin 5 da Acer, o Yoga 920 da Lenovo, o Gram da LG e o XPS 13 da Dell.

Design

Só pela aparência, você não diria que esses notebooks todos pertencem à mesma categoria. Eles variam muito em termos de peso e dimensões. O que mais chama atenção é o Acer Spin 5, que pesa dois quilos. Com uma tela de 15,6 polegadas e bordas generosas em torno dela, ele é o maior e o mais pesado dos concorrentes. No outro extremo está o Dell XPS 13, o menor deles. A tela dele tem 13,3 polegadas, mas suas bordas são bem fininhas. E aqui, o LG Gram também merece destaque: a tela dele tem o mesmo tamanho da tela do Spin5, 15,6 polegadas. Mas ele associa essa tela ao corpo mais leve de todos os notebooks que testamos: menos de um quilo. No meio desse grupo fica o Yoga 920, da Lenovo, com uma tela de 13,9 polegadas e um corpo de 1.372 gramas, que não se destaca de maneira positiva ou negativa.

Conexões e interface

Destes quatro notebooks, o Spin 5, da Acer, e o Yoga 920, da Lenovo se destacam por serem “2 em 1”: eles têm tela sensível a toque que gira 360 graus, transformando-os em tablets. O Spin 5 da Acer tem um ponto positivo: muitas conexões. São três portas USB tradicionais, uma porta USB-C, conector HDMI, leitor de cartão, saída de fone de ouvido e a conexão do carregador. O LG Gram se iguala a ele e tem exatamente essas mesmas conexões; o Yoga 920 tem uma porta USB tradicional e duas USB-C, uma das quais serve para carregar o notebook. Ele também tem saída de fone, mas não tem leitor de cartão ou interface HDMI. O XPS 13 da Dell, até por ser menor, também acaba sendo meio limitado nesse quesito, mas mesmo assim tem três portas USB-C, saída de fone de ouvido e leitor de cartão.

Desempenho

É aqui que a disputa fica mais acirrada! Todos os notebooks que testamos vêm com oito giga de RAM DDR4 e processadores Intel Core de oitava geração, os últimos chips da empresa a chegarem ao mercado. Mas o Lenovo Yoga 920 e o Dell XPS 13 saem na frente, porque vêm equipados com processadores Core i7, que são ainda mais rápidos que os chips Core i5 que vêm no Spin 5 da Acer e no LG Gram.

Armazenamento

O Spin 5 da Acer é o único dos notebooks que recebemos que vem com um HD. Trata-se de um disco rígido com um terabyte de capacidade. Por um lado, isso significa que você terá espaço de sobra. Mas por outro, significa que ele usa uma tecnologia de armazenamento mais lenta que os demais. O Yoga 920, o XPS 13 e o Gram todos vêm com SSDs de 240 gigabytes de capacidade como solução de armazenamento. Embora eles ofereçam bem menos espaço, eles usam uma tecnologia bem mais rápida, e isso se reflete toda vez que você liga o dispositivo ou abre um programa.

A gente fez um teste simples com todos os notebooks para avaliar quanto tempo eles demoram para ligar. Os PCs da Lenovo e LG levaram menos de 10 segundos; o da Acer, mesmo com HD, levou 18 segundos. E o notebook da Dell ficou entre esses dois tempos.

Audiovisual

Nesse quesito, mais uma vez, a competição é intensa! Por serem aparelhos top de linha, espera-se que eles ofereçam uma experiência audiovisual impactante. E todos eles cumprem essa expectativa, em especial os notebooks da Acer e da LG. Mas o motivo para isso é simples: tamanho. São eles que têm as maiores telas, com 15,6 polegadas de diagonal. O LG Gram ainda parece conseguir exibir um contraste ainda maior que o notebook da Acer – a tela dele, aliás, foi a que mais se destacou numa comparação lado-a-lado com os demais. Com relação ao som, todos conseguem reproduzir áudio com uma qualidade bem aceitável. O Spin 5 da Acer decepciona um pouco, porque apesar de ser o maior, o volume máximo dele é o menor dentre os testados. O XPS 13, o Yoga e o Gram ficam no mesmo patamar, mas o notebook da Lenovo parece ser capaz de reproduzir um pouco mais de detalhes nos agudos.

Bateria

Sempre é importante notar que a duração da bateria dos notebooks varia de acordo com muitos quesitos. E, por isso, dois usuários da mesma máquina podem acabar tendo experiências bem diferentes. Assim, para avaliar a duração das baterias, levamos em conta tanto a nossa experiência com os PCs quanto as promessas das fabricantes. O Acer Spin 5, por exemplo, promete até dez horas de duração de sua bateria de 48 watts-hora. Mas, nos nossos testes, ela durou um pouco menos do que isso. Em comparação, a LG promete que a bateria de 72 watts-hora do Gram fique 16 horas e meia longe da tomada! Nos nossos testes, ele registrou umas doze horas.

O Lenovo Yoga 920 é o que tem a segunda maior célula de bateria, com 70 watts-hora. E a empresa promete que ela oferece até doze horas de uso longe da tomada. Nos nossos testes, chegamos perto desse tempo. Mas com uma tela um pouco menor e uma bateria quase igual à do Gram, o notebook da Lenovo perde a chance de vencer a LG no quesito bateria. O XPS 13 da Dell também oferece uma duração semelhante nesse quesito, apesar de ter uma célula consideravelmente menor, com só 52 watts-hora.

Preço

Não dá para fingir que preço não importa, até porque quem acompanha o mercado de tecnologia sabe que o céu é o limite. O Acer Spin 5 ficou na frente: por volta de 4.800 reais. Pode parecer muito, mas por esse preço você adquire uma máquina bem robusta. Logo em seguida aparece o recém-lançado LG Gram, por 7 mil reais. Essa diferença entre o Gram e o Spin 5 se deve ao fato de que o PC da LG vem com SSD em vez de HD. Mas fora isso, também é necessário levar em conta que ele traz praticamente os mesmos recursos em um corpo com metade do peso, o que também é valioso. O XPS 13, da Dell, vem na sequência, por volta de 8.200 reais, o que mostra que seu design compacto e suas configurações de ponta não saem barato – aqui, o salto de um Core i5 para um Core i7 é o que chama mais atenção. Finalmente, o Yoga 920 da Lenovo é o mais caro da lista, custando mais de 10 mil reais! Tá certo que ele tem configurações de ponta, um design arrojado e funciona em modo tablet com uma caneta inteligente. Mas, a etiqueta é meio salgada...

Conclusão

O Acer Spin 5 ficou na última posição no nosso teste. Não é que ele seja ruim – longe disso, aliás! Mas os outros dispositivos que a gente testou oferecem uma performance igual ou melhor à dele, com corpos bem mais leves e portáteis. E como a gente está falando de notebooks, esses quesitos são muito importantes. Agora, ele também é o mais barato dentre os que a gente testou. E, por isso, se você quiser um notebook top de linha gastando o mínimo possível, ele é uma ótima opção.

A medalha de bronze ficou com o XPS 13, da Dell, o menor notebook que a gente testou. Essas dimensões reduzidas são o seu principal destaque: ele cabe em praticamente qualquer mochila ou bolsa. E suas configurações de ponta garantem que ele nunca vai te deixar esperando. O preço ainda é um pouco salgado, mas a conveniência de levar todo o seu escritório em um dispositivo tão pequeno vale a pena.

No final, ficou entre o Yoga 920 da Lenovo e o LG Gram. O Yoga tem um processador mais rápido, áudio um pouco melhor e funciona como tablet. Mas no final, a gente achou que a leveza impressionante do Gram, junto com sua bateria confiável, fizeram por merecer a medalha de ouro. O notebook da Lenovo pode até ser um pouquinho mais rápido. Mas ele também é um pouco mais pesado, tem a tela um pouco menor, e é três mil reais mais caro – somando tudo, a vitória dessa disputa super acirrada fica com o LG Gram.

Compras para o Natal? Não deixe de conferir a extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.


RECOMENDADO PARA VOCÊ