Vendas online caíram quase 30% durante jogos do Brasil na Copa, diz pesquisa

Um estudo promovido pela Konduto, empresa de antifraude que analisa o risco de transações on-line, detectou que o volume de vendas no e-commerce nacional caiu até 28% durante os jogos do Brasil na Copa do Mundo. As análises levaram em consideração uma amostragem de 22 milhões de pedidos, realizados entre os meses de maio e julho. 

O momento de maior declínio de transações on-line para as lojas virtuais brasileiras foi o segundo tempo da partida de quartas de final contra a Bélgica: enquanto o Brasil tentava reverter o placar e evitar a classificação, as transações no e-commerce caíram 28,1% em comparação a uma tarde de sexta-feira sem Copa.

Outras duas partidas impactaram significativamente os gráficos de conversão dos lojistas, ambas na primeira fase: o jogo de estreia, contra a Suíça (25,9% abaixo da média para um domingo), e contra a Costa Rica (25,5%, comparando com uma manhã de sexta). Diante da Sérvia, ainda pela fase de grupos, o reflexo foi de 21,6%. O confronto de oitavas de final contra o México foi o que menos impactou o e-commerce nacional: 18,6%.  

“Estes números já eram esperados", resume Tom Canabarro, co-fundador da Konduto. Segundo ele, o impacto poderia ter sido muito maior se o Brasil tivesse passado da Bélgica e ido à semi-final da Copa do Mundo. Sem falar na eventualidade de a Seleção ter chegado à final do campeonato.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ