Cambridge Analytica entra com pedido de falência

A empresa de dados Cambridge Analytica, que ficou conhecida após o escândalo de privacidade do Facebook, parece não estar bem financeiramente. Conforme relata o Financial Times, a empresa britânica entrou com um pedido de falência nos Estados Unidos.

A SCL Group, empresa-mãe da Cambridge Analytica, informou nos documentos de falência que possui ativos no valor de até US$ 50 mil. Porém, os passivos devidos aos credores variam de US$ 1 milhão a US$ 10 milhões.

Já no pedido de falência, a Cambridge Analytica alegou possuir ativos entre US$ 100 mil e US$ 500 mil e passivos de US$ 1 milhão a US$ 10 milhões. Segundo as regras dos Estados Unidos de bancarrota, os ativos de uma empresa são liquidados sob a supervisão de um administrador para pagar os credores.

Os documentos ainda revelaram que outras empresas vinculadas, incluindo a SCL Analytics, a SCL Commercial, a SCL Social e a SCL Elections, têm um processo de falência arquivado na Suprema Corte de Londres. Já a Emerdata, uma entidade criada no ano passado para adquirir a SCL Elections e a Cambridge Analytica, não foi listada como tendo iniciado um processo de insolvência.

A Cambridge Analytica informou, em comunicado, que pretende cumprir integralmente suas obrigações com seus funcionários, inclusive no que diz respeito a períodos de aviso prévio, termos de rescisão e direitos de redundância.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.




RECOMENDADO PARA VOCÊ